BeteBrito.com - Artista Plástica



Pincéis

por Bete Brito

Categorias: Artigos

23/09/2007 às 18:08

Os pincéis de pintura são usados para a aplicação de tinta ou pintura. São produzidos usualmente pela fixação dos pêlos ao cabo por uma cinta metálica, a virola. Em informática, o termo Paint brush (pincel de pintura) refere-se ao seu equivalente digital, utilizado em qualquer programa de computador (software) gráfico, ou seja, um pincel virtual que pode modificar uma imagem digital.Pincéis de pintura podem têm dois formatos básicos:

  • Redondo: Os pêlos longos, arranjados de forma compacta, deste tipo de pincel permitem reter mais tinta que outros pincéis de mesmo tamanho, mas formato diferente. Por isso que muitos artistas preferem-no ao colorir grandes áreas.
  • Chato: Espalham melhor a tinta.

Chatos: chato longo (Stroke); Plano (Flat); Quadrado (Bright); Chato Curto (Short Bright); Língua de gato (Filbert); Chanfrado (Angular); Leque(Fan); Trincha(Paint Brush); Trincha Longa(Spalter).Redondos: Redondo Curto (Spotter); Redondo(Round); Redondo Longo(Liner); Ponta Chata(Showcard); Chanfrado(Striper), Pituá(Mop); Broxa-Batedor(Stencil); Garfo(Pipe): Pelenesa(Gilder’s Tip).

TIPOS DE PÊLOS

Kolinsky (Kolinsky Sable): São pêlos de Marta Kolinsky, pequenos animais silvestres encontrados em países do clima frio como a Sibéria e o Norte da Manchúria. s pêlos são retirados de suas caudas e possuem pontas longas, finíssimas, além de grande suavidade e resistência. O preço destes pêlos, por grama, costuma ser mais alto que os preços do ouro, e variam de acordo com o seu comprimento. Os pêlos “curtos” têm aproximadamente 25mm, e os pelos “longos” 50mm (que chegam a custar até 6 vezes mais). São considerados os pêlos mais raros e valiosos do mundo.

Marta Vermelha (Red Sable): São também pequenos animais encontrados em regiões de clima temperado. A mais comum e utilizada é a Marta Vermelha, mas há variações de Marta, a Doninha (Weasel), a Coreana (Korean) e a Chinesa (Chinese). De suas caldas são extraídos pêlos suaves de cor avermelhada com pontas muito finas e de grande elasticidade (porém são pelos mais curtos que os Kolinsky). São também pêlos valiosos.

Marta Russa (Fitch): Outra variação de Marta, a Iltis. Este nome descreve qualidades de pelos de Marta Russa, com uma capacidade de absorção de tinta muito boa, permitindo agrupar os pêlos com excelente alinhamento. Normalmente usados na fabricação de pincéis artísticos e para decoração.

Imitação de Marta (Sabeline): São pêlos de orelha de boi, selecionados e tratados, tingidos na cor dos pelos de marta. São finos e resistentes.

Texugo (Badger): Pêlo bicolor (preto e cinza ou preto e bege) com formatos cônicos, sendo fino na base próximo a virola e mais bojudo nas pontas. O pêlo de Texugo é mais usado em pincéis do tipo “leque” ou pincéis “suavizadores” para pinturas especiais.

Mangusto (Mongoose): Os pêlos de Mangusto, um mamífero naturtal da Índia, oferecem as condições fundamentais para a confecção de pincéis artíticos com boa elasticidade e grande capacidade de retenção da tinta.

Quati (Raccoon) - Esquilo (Squirrel ou Petit-Gris) : Sãopêlos extraídos das caudas de esquilo. A cor, o nome e a qualidade dos pêlos variam de acordo com o tipo de esquilo e quão fria é a região em que vive: Kazan (ou Marrom), Saccamina (ou Azul), Canadian (ou Dourado), Talahutky e o Cinza. Pelos extra-suaves com pontas muito finas. Ideais para Aquarela.

Orelha de Boi (Ox-ear): Pêlos provinientes de diversas raças de boi. Finos e resistentes.

Camelo (Camel): São as denominações tradicionais, utilizadas pela industria de pinéis no mundo todo, para identificar os pêlos suaves de Camelo (Camel).

Pônei (Pony): Similar ao pêlo de Camelo. São geralmente usados na fabricação de pincéis escolares.

Cabra (Goat): Os pêlos de Cabra (pretos e brancos) são muito usados na fabvricação de pincéis mais baratos e pincéis para maquiagem.

Cerda de Porco (Hog Bristle): As cerdas retiradas de porco são fortes, duráveis e flexíveis. Indicadas para tintas espessas como óleo e acrílica. Somente as cerdas de porco têm a terminação de cada fio subdividida em duas ou tres pontas, característica que facilita a retenção de tinta no pincel.

Cerda Chinesa (Chinese Wite Bristle): Idem às cerdas de porco acima, porém de animais provinientes da China, onde as condições do clima e a idade do abate dos animais fazem com que seus pelos sejam mais longos, sedosos e de melhor qualidade que os de porco tradicional. Normalmente são fervidas por duas horas e recebem um tratamento especial de branqueamento.

Filamentos Sintéticos (Synthetic Filaments): Geralmente são pelos fabricados a partir de fibras sintéticas como o Nylon, a Poliamida e o Poliéster com filamentos finíssimos (0,10mm a 0,07mm). Eles existem em diversas cores e tonalidades (branco, marrom-escuro, marrom-claro, dourado, laranja e preto). Possuem caracteristicas próprias, podendo ser finos ou grossos, completamente lisos ou um tanto ásperos. Com pontas cônicas, elásticas e com maior resistência que os pelos de animais.

Crina de Cavalo (Horse): Não são usadas para fabricação de pincéis artísticos por serem muito rústicos. São usadas para confecção de escovas.

CUIDADOS E MANUTENÇÃO

Sempre lave o pincel imediatamente após o uso.

Mergulhe o pincel na água ou solvente próprio por um tempo suficiente, a fim de retirar todos os resíduos de tinta.

Nunca deixe a tinca secar no pincel.

Não deixe acumular tinta próxima à virola (metal). O acúmulo de tinta neste ponto fará com que seu pincel se deforme, perdendo sua forma original.Seus pincéis não devem ser transportados soltos dentro de um estojo, pois eles irão bater com as pontas dos pêlos dentro da caixa. Use uma esteira de bambu ou mesmo uma cartolina rígida para enrolar seus pincéis predendo-os com um elástico, evitando assim que eles se estraguem.

O uso excessivo de solventes, fortes e removedores de tinta arruínam os pincéis. Lave os pincéis logo após o uso, para não ter que usar posteriormente os removedores de tinta.

Lavagem dos pincéis: Tintas à base de água, use água fria e sabão neutro. Enxague bem.

Tintas à base de óleo, use terebintina ou agarrás, em seguida lave com água morna e sabão neutro. Enxague bem.

Guarde-os separados, na vertical, com as cerdas para cima.

4 Comentários


© Copyright 2017 BeteBrito.com - Artista Plástica. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por kristopher.biz