BeteBrito.com - Artista Plástica



Estilo de Pintura

por Bete Brito

Categorias: Artigos

19/06/2007 às 22:54

Arte na Pré-História

Arte Rupestre

As primeiras obras de arte datam do período Paleolítico. Entre as obras mais antigas já encontradas estão pequenas estátuas humanas como, por exemplo, a Vênus de Willendorf. Os mais conhecidos conjuntos de pinturas em cavernas – arte rupestre estão em Altamira, na Espanha e em Lascaux, na França, onde se encontram pinturas rupestres de animais pré-históricos como: cavalos, bisões, rinocerontes.
A arte preservada por milênios permitiu que as grutas pré-históricas se constituíssem nos primeiros museus da humanidade.

Arte Mesopotâmica

Na região entre os rios Tigre e Eufrates desenvolveu-se a civilização mesopotâmica. Nesta região os povos desenvolveram uma arte que demonstra a religiosidade e o poder dos governantes.

Arte no Egito

No Antigo Egito as obras de arte possuíam um forte caráter religioso e funerário.As pinturas eram feitas nas paredes das pirâmides ou em papiros. Representavam o cotidiano da nobreza ou tratava de assuntos do cotidiano. Uma das características principais é o desenho chapado, de perfil e sem perspectiva artística.

Arte na Grécia Antiga

A cultura e a arte minóica desenvolveu-se na ilha de Creta. Nas pinturas dos murais as cores diversificadas mostram-se fortes e vivas.

O período clássico

Da arte grega é a época de maior expressão da arte grega.A perspectiva aparece de forma intensa nas pinturas. Os principais escultores são Miron, Policleto, Fídias, Praxíteles.

No período helenístico

Ocorre a fusão entre as artes grega e oriental. Entre as obras mais representativas deste período estão: Vitória da Samotrácia, Vênus de Milo e o Templo de Zeus.

Arte Romana do Ocidente e do Oriente (Arte Bizantina)

Com forte influência dos etruscos, a arte romana antiga seguiu os modelos e elementos artísticos e culturais dos gregos. Os afrescos da cidade de Pompéia (soterrada pelo vulcão Vesúvio). No Império Romano do Ocidente (Império Bizantino) com capital em Constantinopla, aparece a arte bizantina, sob forte influência da Grécia. Podemos destacar as pinturas, murais os manuscritos, os ícones religiosos e os mosaicos de cores fortes e brilhantes, carregados do profundo caráter religioso.

Arte Renascentista

O Renascimento Cultural

Os elementos artísticos da Antiguidade clássica voltam a servir de referência cultural e artística. São características desta época: uso da técnica de perspectiva, uso de conhecimentos científicos e matemáticos. Na pintura novas técnicas passam a serem utilizadas: uso da tinta a óleo.

Surge o estilo acadêmico com o pintor italiano Antonello da Messina.

Entre as pinturas destacam-se: O Casal Arnolfini, de Jan Van Eyck; A Alegoria da Primavera, de Sandro Boticcelli; A Virgem dos Rochedos, Monalisa e A Última Ceia de Michelangelo, Raffaelo, Brunelleshi, etc..

Maneirismo

Ao romper com as referências clássicas de idealização da beleza, o maneirismo diferencia-se por suas imagens distorcidas e alongadas.
Obras mais importantes: O Juízo Final, de Michelangelo; A Crucificação de Tintoretto; e O Enterro de Conde de Orgaz, de El Greco.

Arte Barroca

A arte barroca desta a cor e não o formato do desenho. Obras barrocas mais conhecidas: A Ceia em Emaús, de Caravaggio; As Meninas de Diego Velásquez; A Ronda Noturna, de Rebrandt e outros.

Rococó

O estilo rococó é marcado por pinturas com tons claros, com linhas curvas e arabescos. Artistas mais importantes: Jean-Antoine Watteau, Giovanni Battista Tiepolo, François Boucher e Jean-Honoré Fragonard..

Neoclassicismo

Novamente, os elementos e valores da arte clássica (grega e romana) são resgatados. O heroísmo e o civismo são temas muito explorados. Principais obras: Perseu com a Cabeça da Medusa, de Antonio Canova; O Parnaso, de Anton Raphael Mengs, A Banhista de Valpinçou, de Jean-Auguste-Dominique Ingres..

Romantismo

Subjetividade e introspecção, sentimentos e sensações são características deste período. Representante desta época o artista Francisco de Goya y Lucientes. Algumas de suas pinturas: A Família de Carlos IV, O Colosso e Os Fuzilamentos do Três de Maio de 1808.

Realismo

Tenta representar objetos com absoluta fidelidade, como aparecem na vida real. Principais pinturas: Enterro em Ornans, de Gustave Coubert; Vagão de Terceira Classe, de Honoré Daumier; e Almoço na Relva, de Édouard Manet.

Impressionismo

Através da luz e da cor os artistas buscam atingir a realidade, omitindo detalhes com magistrais efeitos.
Obras mais conhecidas: Impressão, Nascer do Sol, de Claude Monet; A Aula de Dança de Edgard Degas; e O Almoço dos Remadores, de Auguste Renoir.

Pós-impressionismo

É o período marcado pelas experimentações individuais. As cores mais intensas são exploradas por Vicent Van Gogh com pinceladas fortes e explosivas, como em Noite Estrelada. Henri de Toulouse-Lautrec usa a técnica de litogravura.

Expressionismo

Artistas plásticos de diferentes períodos são considerados precursores do expressionismo, entre eles Goya, Van Gogh, Gauguim e James Ensor.
O expressionismo pode ser considerado como uma postura assumida em diversas formas de manifestação artística. Podemos citar alguns: Edward Munch, Emil Nolde, Amedeo Modigliani, Oskar Kokoschka, Egon Schiele, Chaim Soutine, Alberto Giacometti e Francis Bacon.

Cubismo

Este estilo rompeu com os elementos artísticos tradicionais ao apresentar diversos pontos de vista em uma mesma obra de arte. São obras representativas desta época: Lês Demoiselles d’Avignon, de Pablo Picasso, e Casas em L’Estaque, de Georges Braque.

Abstracionismo

No abstrato predomina o sentimento e a emoção. O artista se revolta contra precisão da vida moderna, o racionalismo e a civilização, representantes foram Wassily Kandinsk e Piet Mondrian.

Dadaísmo

Revolucionário, anárquico e anticapitalista, o dadaísmo, prega o absurdo, o sarcasmo, a sátira critica. Destaca-se Hugo Ball, Hans Arp, Francis Picabia, Max Ernst e outros.

Arte Surrealista

Os artistas exploram o inconsciente e as imagens que não são controladas pela razão. O surrealismo usa associações irreais, bizarras e provocativas. Obras: Auto-Retrato com Sete Dedos, de Marc Chagall; O Carnaval do Arlequim, de Joan Miro; A Persistência da Memória, de Salvador Dali; A Traição das Imagens de Rné Magritte; e Uma Semana de Bondade, de Max Ernst.

Arte Naif

Arte Primitiva moderna

É em termos gerais, a que é produzida por artistas sem preparação acadêmica na arte que executam (o que não implica que a qualidade das suas obras seja inferior). Caracteriza-se, em termos gerais, pela simplicidade e pela falta de alguns elementos ou qualidades presentes na arte produzida por artistas com formação nessa área.

Oferece um mundo cheio de cor, criando um mundo para si próprio. O movimento naif iniciou-se na França com o aparecimento de Henri Rousseau.

No Brasil, o movimento naif só cresceu a partir de 1937 com pintores como Heitor dos Prazeres, Cardosinho e Silvia.

Pop Art

As historias em quadrinhos e a mídia visual e impressa são os elementos de referencia da pop art. Artistas mais conhecidos: Richard Hamilton, Allen Jones, Robert Ranschenberg, Jasper Johns, Andy Warhol e outros.

Arte Conceitual

Um dos meios preferidos dos artistas conceituais é a instalação, ou seja, um espaço de interação entre a obra e o espectador. Até mesmo a televisão e o vídeo são usados nas instalações.
Destacam-se os seguintes artistas: Joseph Beuys, Joseph Kosuth, Daniel Buren, Sol Lê-Witt e Marcel Broodthaers, Bruce Yonemoto, Gary Hill, William Wegman , e outros.

Muita Luz!

14 Comentários

  • sophia disse:

    concordo com o nomade do numero 9!
    chaauuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • sophia disse:

    de novo e impsionante amei continue a
    ssim!!!!!!!!!!
    Vc foi mt util p/ mim!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    bJaoZZZoes,
    da sua amiga
    SOPHIA:)

  • sophia disse:

    bom,mas para melhorar precisa de algumas figuras.

  • DIANA disse:

    Bete
    Bom dia !
    Gostaria muito de fazer um quadro estilo Andy Warhol, gostaria de saber se aqui no Brasil exista alguém que faça, inclusive você claro.

    Obrigada

    Diana

  • JESSICA LAIZA disse:

    EU ACHEI MUITO ENTERESSANTE PORQUE FALA DE MUOITAS ARTES E NELAS OS QUADROS QUE SE DESTACARAM E OS ARTISTAS QUE MAIS SE DESTACARAM NA EPOCA. CHAUUUUUUUUU.

  • nomade disse:

    eu achei legal , mas acho que vcs poderiam colocar algumas fotos dos quadros de alguns artistas tipo beatriz milhares!!!!!!!!!!!! valeu

  • Lara disse:

    Eu queria conhecer alguns estilos de pintura!

  • Bruna disse:

    eu acho que vocês podiam colocar o estilo de pintura de cada pintor !!!!

  • kleiton disse:

    gostei muito do site PARABÈNS
    continuem assim
    que terão muitos
    fãs como eu
    um abraço
    DE:Kleiton Mateus Cruz Oliveira

  • Gabriela disse:

    parabéns!
    É um excelente documentário em que milhares de navegadores tem o acesso,creio q também é muito útil para as outras pessoas como foi pra mim!!!

  • ANA MARIA disse:

    Parabéns!
    Parabens por essa ininciativa. É a cultura ao acesso de todos . Agora, aos 65 anos resolvi começãr a pintar. Tive muitas noções de artesanato, mas nada específico, e estava meio perdida. Graças às suas matérias pude me posicionar. Muito obrigada. Que Deus lhe dê em dobro!!!!

  • thallytha disse:

    eu quero saber quais sao as caracteristicas do movimento rococo

  • thays disse:

    Nossa adorei esse site é muito interessante e ótimas para nos interarmos do assunto e é bom tbm para o vestibah!

    bjs_mgá

  • beatriz disse:

    nossa achei super legal o site de vocês que mostra um pouquinho de todas as artes !!!
    bjsssss


© Copyright 2017 BeteBrito.com - Artista Plástica. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por kristopher.biz